Subscribe
Add to Technorati Favourites
Add to del.icio.us

É nas palavras que Eu me encontro e me Liberto
É nas palavras que Eu transformo o trigo em restolho
E volto a dar de Mim
Todo o Grito libertador da minha essência.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Vento

Publicada por Palavras e Estados de Espírito


Escrevi o Teu nome
No olhar de um Poeta
E atirei-o ao Vento
Para que partisse sem rumo.
Não mais o vi chegar
Nas manhãs de espera
Em que o Adeus queria ficar
Na Pedra do desalento eterno
A mesma
Em que ainda esqueço o Tempo
Em que Te tocava e Te dizia
No abraço que Te dava
Nesta agora Alma vazia
Onde restam os Céus e os Cometas
E a vontade de pedir o Teu regresso
Sem que o Vento me oiça

1 comentários:

Sissa disse...

Seu blog é muito lindo... Parabéns...

Enviar um comentário