Subscribe
Add to Technorati Favourites
Add to del.icio.us

É nas palavras que Eu me encontro e me Liberto
É nas palavras que Eu transformo o trigo em restolho
E volto a dar de Mim
Todo o Grito libertador da minha essência.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Não esperes por mim

Publicada por Palavras e Estados de Espírito





Houve momentos em que

Foste o espaço que há em mim

O momento da Noite

Na busca da Luz

O nada de cada Sinal

O bater do Coração

Que acelera no Teu chegar

O lugar do vazio

Da voz que ecoa

No sussurrar do Silêncio

A queda de água

Nas cataratas vertentes

Do Fogo que apaga a minha dor

Meu Amor

Não esperes por Mim…

Que eu morri

Quando me deixaste

3 comentários:

Xana disse...

Quando se está num vazio , só existe uma solução, tentar preenche-lo :)
beijo

manzas disse...

O mundo adormece na cama do céu
Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

Neste momento,
Desejo
Um bom fim-de-semana
Materializado em harmonia
Com muita alegria…
Um excelente CARNAVAL
Com muito divertimento
Desmascarando amor
Com paz,
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Paula disse...

Olá joão.Gosto particularmente da parte onde diz o bater do coração que acelera no teu chegar ".Lindo, adorei. Continua assim beijo

Enviar um comentário